The Biology Project: Biochemistry

Tutorial de Química 

Química Básica pra Entender Biologia 

Um exemplo da bioquímica
A abordagem bioquímica da vida tem beneficiado enormemente a Biologia e a Medicina. Um bom exemplo de aplicação da bioquímica é baseado no fato de que a rotação dos prótons no núcleo dos átomos os faz se comportarem como ímãs simples, e por isso eles interagem com um campo magnético externo de uma maneira que depende do meio ambiente em que estão. À direita está o registro da varredura por MRI de uma cabeça humana, usando tecnologia baseada nesses princípios. Essa tecnologia fornece imagens de alta qualidade dos tecidos moles.
Uma revisão da química básica de moléculas simples
Os nomes dos elementos são abreviados. Muitas vezes a abreviatura é perfeitamente clara (como C para o Carbono), mas em alguns casos ela é menos óbvia (como Na para o sódio). Os elementos que compõem a Terra e os sistemas vivos são numerosos, mas apenas quatro deles respondem por 99% dos seres vivos. Esses elementos são o hidrogênio (H), o oxigênio (O), o nitrogênio (N) e o carbono (C), que se destacam por serem 1) abundantes e 2) adequados.
Termos a conhecer
Elemento 
matéria composta por átomos que possuem o mesmo número atômico (número de prótons).
Átomo 
a menor parte de um elemento que ainda conserva as propriedades do elemento. Consiste de um núcleo com carga positiva no interior de uma nuvem de elétrons carregados negativamente. As cargas "+" e "-" se atraem fortemente. 
Próton 
partícula do núcleo, possui carga positiva +1 e massa igual a 1 Dalton.
Nêutron 
partícula nuclear sem carga elétrica, com massa igual à do próton.
Elétron 
partícula carregada negativamente (-1), com massa igual a 1/1837 da massa do próton.
Isótopo
átomos com o mesmo número de prótons e de elétrons, mas com diferentes números de nêutrons. 
Os elétrons determinam propriedades químicas dos elementos
Os elétrons estão fora do núcleo e determinam certas propriedades do átomo. As reações químicas envolvem o compartilhamento ou a troca de elétrons. Os elétrons se movem em torno do núcleo em orbitais. A absorção de energia pelos elétrons pode fazê-los passar para um nível de energia superior. O átomo é estável quando o seu nível (ou camada) de energia mais externo contém oito elétrons. Elétrons podem ser transferidos de uma molécula para outra, carregando energia. O átomo de hidrogênio pode carrear elétrons numa transferência de energia. O oxigênio tem uma grande afinidade por elétrons. Nas reações de óxi-redução, elétrons são transferidos de uma molécula (a que se oxida) para outra (a que se reduz). A estabilidade pode ser conseguida pela adição, pela perda ou pelo compartilhamento de elétrons. 
O compartilhamento de elétrons leva à formação de uma ligação covalente. Na tabela à direita, você pode observar o padrão de ligação dos elementos biologicamente mais importantes. As ligações contêm energia, e requerem energia para serem quebradas. A energia de ligação (expressa em kcal/mol) é a energia requerida para quebrar a ligação. Por exemplo, uma ligação H-H requer 104 kcal/mol para ser rompida.  Padrões de Ligação
elemento número de
ligações covalentes
H 1
O 2
N 3
C 4
S 5


O Projeto Biológico
01 de Janeiro de 2000.
Wednesday, June 4, 1997 
Contact the Development Team

http://www.biology.arizona.edu 
All contents copyright © 1997. All rights reserved.